fbpx
Transformacao-Digital-Hoje-para-o-Franchising

Transformação Digital Hoje para o Franchising

Gustavo Schifino, sócio e head do Grupo 4all encerrou o ciclo de palestras do Praxis Summit: evento sobre Transformação Digital no Franchising. Ele é também Franqueador, fundador do PierX (primeiro marketplace fisital da América Latina) e curador no Web Summit.  

“A Era Digital é uma grande oportunidade, e como todas as grandes oportunidades é também uma ameaça”, disse no início da palestra. Para ele, o discurso de que o mundo virtual está tomando lugar do mundo físico, não é realidade. Ao contrário, as empresas que estão no mundo virtual estão procurando marcar uma posição no mundo físico. 

É preciso, ainda, desmistificar a ideia de que o digital é complicado, “porque o digital é muito simples”. “Ser startup é legal, mas pode ser que essas empresas não estejam resolvendo problemas. O que o digital faz é potencializar o que já existe e amplificar os resultados; ele não resolve nada”, exemplifica.

De acordo com Gustavo, a transformação digital gera, além do impacto econômico e da mudança tecnológica, uma mudança de personagem. “O nativo digital, que é quem sustenta os negócios hoje, pensa diferente da gente. Enquanto para os nossos pais e nossos avós fazia sentido viver a vida em três momentos (estudar, trabalhar, descansar), para quem consome os nossos produtos esses três ambientes funcionam instantaneamente”. 

O palestrante defendeu que para aproveitar as oportunidades, é preciso que o novo modelo de negócio seja empresa de plataforma, data driven e marketplace. “A nossa Rede de Franquias não pode viver apenas vendendo os produtos próprios, tem que trazer parceiros para o negócio e potencializar as vendas”, questiona. 

Para dominar o fluxo financeiro, incentiva a criação e uso de bancos digitais. “Está na mão do Franchising ser o banco dele mesmo para gerar efetivamente alternativas de ganho econômico”, explica. “Não dá mais para tentar melhorar o ticket médio e a taxa de conversão para aumentar as vendas, é preciso trazer outros tipos de negócios para a Rede”.

Transformação digital, para ele, é mudar a forma de pensar – precisamos pensar como um nativo digital pensa. É efetivamente se relacionar com esse consumidor, entender o que ele quer, no momento que ele quer, na hora que ele quer.

“Precisamos ter a percepção de que não é B2B, B2C, é H2H (human to human).

Cada vez mais, toda decisão tomada na era digital precisa ser tomada pensando em gente”.

Quer saber mais sobre este assunto?

 Praxis Summit: Transformação Digital no Franchising.https://conteudos.praxisbusiness.com.br/e-book-praxis-summit