A voz da escolha, a hora e a vez da qualidade

O varejo se move para estar mais próximo das pessoas, esse é o grande ensinamento que tivemos em Nova York (equipe Praxis Business na NRF 2022). Da cultura de produção passamos a uma cultura da inspiração e da motivação de pessoas. Inovação, parceria, qualidade de vida, vida essa facilitada pela tecnologia. Uma pandemia, uma crise humanitária, tem nos ensinado que precisamos atravessar juntos o mar revolto, de braços dados. E o varejo está mudando para atender às vozes das pessoas das quais o negócio depende. A hora é da possibilidade de escolha, de ter voz. O consumidor exige essa voz ampliada e o colaborador é ouvido sobre como pode e quer ajudar o negócio a crescer. Escolha e voz são elementos presentes na atração e retenção de talentos, pois a rotatividade custa caro. Isso é negócio.
Estas não são falas só nossas, elas partiram de depoimentos de dezenas de marcas que estão crescendo porque cumprem uma agenda de qualidade no varejo. Nós, da Praxis Business, claro, endossamos este discurso de trabalhar sempre pelo ideal.

Liderança
O papel da lideran√ßa √© engajar o time e ajudar a criar oportunidades para todos crescerem, pessoas e empresas. As novas gera√ß√Ķes, onde Millennials (ou gera√ß√£o Y, nascida ap√≥s os anos 80) dominam o ambiente de trabalho, querem inclus√£o, querem ouvir e dar opini√£o, e a voz tem valor. Para ser um l√≠der √© preciso ensinar as pessoas a inovarem e, consequentemente, falharem. E tolerar o erro √© preciso, porque algu√©m deu um passo arriscado. L√≠deres que inspiram e acolhem muito bem as equipes est√£o conseguindo manter times engajados. √Č tempo de empregar a lideran√ßa intencional, de tratar de temas que antes n√£o trat√°vamos. Usar de confian√ßa, j√° que todos estamos em um territ√≥rio desconhecido. L√≠deres n√£o podem fazer isso sozinhos, eles precisam da experi√™ncia de outras pessoas.

Parceria
A metáfora do novo varejo seria o andar juntos de mãos dadas. Para juntar o digital com o físico, para levar o cliente para um local de conforto, para se tornar a primeira escolha dele. A comunidade é uma grande força: ela não é só local, mas também mundial, e conta com ferramentas poderosas, como as mídias sociais. Como você se insere na comunidade?

Universo Digital
Inteligência artificial nos ajuda a escolher produtos, a melhorar a experiência do cliente. E o uso de dados é o caminho para nos dizer onde está a demanda. E com a maioria das compras sendo feita pelos celulares daqui pra frente, não dá pra pensar uma estratégia de varejo sem o universo mobile.

Inclus√£o
Pensar a inclus√£o j√° se tornou um mantra da diversidade, mas h√° outras formas de incluir, como, pensar a precifica√ß√£o ‚Äď sim, h√° marcas que preferem baixar pre√ßo para fidelizar e atrair novos consumidores e ampliarem seu espa√ßo de atua√ß√£o no mundo.


Valores

2022 √© o ano da volta √† base, da reavalia√ß√£o de valores, do que importa na vida. Um elemento chave √© a transpar√™ncia, que ajuda as pessoas a confiarem nos l√≠deres, os grandes disseminadores de valores. Ter a pessoa correta, no momento correto, no local correto, vale ouro. Crie l√≠deres e diversidade, pois ter uma mesa homog√™nea na tomada de decis√Ķes n√£o √© bom. Ter v√°rias ideias para chegar √†quela inovadora, perspectivas distintas, experi√™ncia (experi√™ncia vem de pessoas) √© o caminho e esse √© o universo dos Millennials e Z, um mundo onde h√° mulheres e pessoas negras na lideran√ßa. E isso √© excel√™ncia agora.
Outro valor é a exclusividade: pedir para que as pessoas digam o que pensam. O que mantém as pessoas conectadas é a coragem. O líder precisa dizer: eu vejo você, eu enxergo você. Chamar as pessoas pelo nome. Todo mundo gosta de ser ouvido: eu ouço você. Isso fortalece a confiança. Conexão, enfim, é o valor maior, e ela se dá com confiança e senso de cuidado, ouvindo as muitas vozes.

Desejos dos consumidores

O que deseja o meu cliente? Ele indica sonhos e o negócio realiza.
Daqui em diante, muitas pessoas v√£o preferir comprar pelo e-commerce. E se a compra for f√≠sica, elas podem optar por fazer isso de forma local. O poder da vizinhan√ßa cresce, e √© preciso atender essa comunidade. Um grande percentual de pessoas deseja consumir de marcas locais e tamb√©m querem que as lojas ofere√ßam servi√ßos em suas casas. Em 2022, indicam as pesquisas, muitos querem mudar o arm√°rio, um cen√°rio positivo para a moda. A ordem ser√° aliar conforto e eleg√Ęncia. Como em todo o varejo, os produtos e servi√ßos t√™m compromisso em criar mais conex√£o humana, mais alegria. Sobre a cadeia log√≠stica, os consumidores querem efici√™ncia, processo otimizado e sustentabilidade. Logo, o futuro da cadeia log√≠stica √© resili√™ncia, sustentabilidade e efici√™ncia.

Qualidade de vida
A vis√£o √© dar uma vida melhor para as pessoas, e a sustentabilidade tem que estar ligada ao modelo de neg√≥cios. √Č um compromisso coletivo. Ter cargos de sustentabilidade ligado √†s outras √°reas √© uma tend√™ncia. O consumidor est√° mais preocupado com sa√ļde e qualidade de vida. A pandemia nos fez refletir sobre o que precisamos: de consumo de qualidade, respons√°vel e inclusivo. Por isso, a palavra para 2022 √© senso de prop√≥sito.

Apesar de tantos mares revoltos, a sustentabilidade surge como uma lanterna, apontando uma vis√£o positiva sobre o futuro. ‚ÄúSou CEO, Chefe de Comunica√ß√£o e Chefe de Esperan√ßa‚ÄĚ, foi uma frase incr√≠vel que ouvimos na NRF, de uma empresa que pensa a empresa como um ecossistema: gente apoiando gente.
Sim, há um compromisso coletivo do varejo para um futuro melhor. E cada vez mais, saímos do discurso para a prática.